Primeiro Amor

Primeiro Amor

 Quero voltar ao inicio de tudo
Encontrar-me contigo Senhor
Quero rever meus conceitos e valores
Eu quero reconstruir
Vou regressar ao caminho,
Vou ver as primeiras obras, Senhor
Eu me arrependo, Senhor,
Me arrependo Senhor, me arrependo, Senhor
Eu quero voltar ao primeiro amor,
ao primeiro amor,
 Eu quero voltar a Deus.

  

Fifa proibe comemoração religiosa na Copa da África do Sul

COPA DO MUNDO 2010 - A Fifa pediu aos jogadores de futebol moderação na expressão de fé durante a Copa da África do Sul, que começa em 10 dias. Um comunicado já foi enviado às federações de futebol dos países que disputarão a competição na tentativa de impedir que seus atletas festejem gols e vitórias com mensagens religiosas. E o Brasil é um dos que mais preocupam a Fifa quando se trata de manter religião e futebol separados. O uso de mensagens escritas em camisetas por baixo do uniforme já é proibido. Mas, em várias ocasiões, atletas têm esperado o final da partida para rezar e exibir mensagens.

A primeira grande polêmica surgiu quando o Brasil ganhou da Alemanha em 2002 e conquistou o penta. Há um ano, o tema voltou a fazer parte de debates da Fifa na conquista da Copa das Confederações, na África do Sul.

As autoridades esportivas insistem que não querem transformar a Copa em evento político ou religioso. Mas vivem situação delicada, já que a aplicação de multas pode dar a polêmica impressão de cerceamento religioso.

Jérome Valcke, secretário-geral da entidade, acredita que a solução é pedir o compromisso das seleções para evitar as mensagens religiosas. A assessoria de imprensa da Fifa disse ao Estado que, ainda nesta semana, cada seleção receberá a visita de um representante da entidade para falar sobre temas relacionados com a Copa e o comportamento dos jogadores. A questão religiosa fará parte dos debates.

A Fifa insiste que não há problema em incluir religiosos na comitiva, mas proíbe a promoção de qualquer religião.

“Fomos comunicados sobre essa questão e todos os jogadores estão alertados”, disse o diretor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva. Ele acrescentou que no grupo há católicos, evangélicos e espíritas. “Todos têm sido discretos nas manifestações aqui dentro da concentração.” De acordo com Paiva, no entanto, é difícil controlar algum ato espontâneo de atletas no momento de comemoração. “Não falo só do Brasil. É algo delicado também para outras seleções.”

Islã. E não é só a seleção brasileira que preocupa. A Fifa vem enfrentando críticas por parte das seleções muçulmanas que querem que seus costumes sejam respeitados. Durante as Eliminatórias, alguns países tiveram de jogar durante o período de jejum da religião do profeta Maomé. Uma partida entre Gana e Sudão foi alvo de polêmica, depois que a equipe sudanesa, derrotada, disse que seus 11 jogadores estavam em jejum pelo Ramadã. Um estudo da Universidade de Tuebingen, na Alemanha, revelou que partidas e treinos no período de jejum podem ser prejudiciais à saúde. Mas, no ano passado, a instituição religiosa egípcia Dar al-Ifta, emitiu uma fatwa (decreto) indicando que os jogadores poderiam desobedecer o jejum para garantir vitórias.

Camisas: os jogadores estão proibidos de levantar a camisa para mostrar mensagens religiosas escritas em camisetas usadas por baixo do uniforme

Faixas: não poderão entrar em campo nem ser estendidas para comemorar gols ou vitórias em partidas da Copa

Jejum: jogadores islâmicos tiveram de jogar as Eliminatórias mesmo durante o Ramadã, mês sagrado dos muçulmanos

Pastores e padres: são permitidos nas comitivas e nas concentrações, mas não devem participar de atividades ligadas às partidas oficiais da Copa do Mundo

:: Fonte: Creio.com.br / Projeto Amigos de Oração

Lembra da caixinha de surpresas com versiculos biblicos? esta é uma versão virtual! Deus vai falar ao seu coração. Que Deus te abençoe rica e poderosamente em nome de jesus!

Loading...